« Home | 'Tem vida zero?' - Parte II » | 'Tem vida zero?' - Parte I » | É, os alemães são bizarros » | Locutor sábio » | Trens, macaquinhos e a alegria da criançada » | Fanta Uva ou oitenta » | Notícia tirada de um jogo de Championship Manager » | Fatality » | Era mais um dia vinte e dois: aluguel para pagar. ... » | Notícia tirada de um jogo de Championship Manager »

'Tem vida zero?' - Parte III

4. Lava Reef

Depois de três jogos da série, era esperado que os produtores repetissem a idéia de alguns chefes em Sonic & Knuckles. Para surpresa geral da nação, nada de tetos que despejam estacas ou plataformas incendiárias. Só chefões inéditos! Entre eles, o melhor é - de longe - o de Lava Reef, onde uma cabine coberta de pontas lança bombas para o céu, sem destino certo para cair a não ser a cabeça do nosso herói. Enquanto a lava vulcânica inunda tudo ao redor, Dr. Robotnik desequilibra o cenário e faz com que Sonic seja obrigado a se equilibrar em rochas que correm em direção à própria cabine inimiga.

Complicado? Um pouco. Mas cheio de ação! Quem chegar, tente fazer o chefão se matar sem a proteção da bola de fogo ou, melhor ainda, sem rings.

3. Death Egg. Agora, o clássico de Sonic 2.

Não era nada simples passar pelo Metal Sonic. Em uma fase em que não havia rings como garantia de sobrevivência, era preciso alguma dose de tempo decorando sua seqüência de movimentos para passar por ele. Isso quando você não errava o golpe, acertava sua crista assassina e morria! Quando você matava seu clone sob os olhares atentos de Dr. Robotnik e garantia a maior emoção de sua vida, tinha a amarga surpresa de descobrir que o inferno tinha só começado. Mesmo assim, não é todo mundo que se lembra da Death Egg Zone pelo robô gigante que encerra Sonic 2, mas o Metal Sonic é inesquecível! Convenhamos: era bastante original por parte do Sonic Team colocar Sonic para lutar contra ele mesmo.

2. Green Hill Zone

Aquele que jogou Sonic quando era 15 anos mais novo do que hoje e não se emocionou ao destruir Robotnik e sua bola assassina, que atire a primeira pedra. O negócio era simples: duas plataformas, uma nave que percorria a tela balançando uma bola presa a uma corrente que queria te acertar. Idéia simples, mais simples ainda era passar por ele. Mesmo assim, qualquer menino de seis anos se sentia o cara mais legal da rua por conseguir passar o primeiro 'chefão'. Bom, pelo menos para quem tinha um Mega Drive.

1. Sky Sanctuary (Metal Sonic 3)


O chefe mais legal da história do Sonic é, na verdade, uma espécie de sub-chefe. Apenas um adversário que você tem dar umas pancadas a mais antes de avançar na fase. Mas foi uma sacada genial dos produtores a de misturar os dois chefes mais representativos da série como um adversário da fase. Para avançar na Sky Sanctuary Zone, de Sony & Knuckles, é preciso vencer o Metal Sonic, que volta no tempo para resgatar o primeiro chefe da história de Sonic. Um saudosismo sensacional, com uma dificuldade a mais: com um espaço mais apertado para desviar das tentativas da nave, a bola ainda se move mais rapidamente. É o êxtase da volta mais desafiadora do chefe mais legal da história!

Perae...

Então o 1º do ranking é uma mistura do 2º e 3º?

Ahhh...

Na minha humilde opinião, eu acho que aqueles dois chefes finais de Sonic 2 matam a pau. São duas experiências arrebatadoras uma seguida da outra, sem tempo para respirar.
E concordo com a mística do primeiro chefão do Sonic 1. Afinal, pela primeira vez o moleque ouviria aquela indefectível música da boss battle que ficará marcada para sempre em sua memória.

Agora, se é para escolher os chefões mais estúpidos, eu colocaria a batalha final do Sonic 1 e aquele monstro de pedra da fase do deserto de Sonic & Knuckles. Até um cachorro bem treinado passaria por estes obstáculos.

"Se é para escolher os chefões mais estúpidos, eu colocaria a batalha final do Sonic 1 e aquele monstro de pedra da fase do deserto de Sonic & Knuckles*. Até um cachorro bem treinado passaria por estes obstáculos"

Hahahahaha!!!!

Mas peraí: Uner e Master não são a mesma pessoa?

* A fase é Sandopolis. E, realmente, o chefe é ridículo! Dá pra matar ele sem nem bater!

Não, meu caro Mané. Uner sou eu, colaborador do E.E. ao lado do Master, ou Mestre. Mais um casperiano maldito com algumas boas estórias pra contar, mas maioria das vezes só derivando em pensamentos ao lado do teclado.

E só fiz o comentário porque gostaria de ver o "chefão" do Cassino entre os primeiros. Foi uma inovação tão boa para os games que a sega chegou a lançar Sonic Pinball...

Postar um comentário